segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Esfiha Juventus

"Convidamos você a ingressar na alquimia dos temperos, cores e aromas regados pela paixão de seduzir através da tradicional cozinha árabe..."

Aceitamos o convite que está no site do restaurante e lá fomos nós para o Esfiha Juventus aproveitar o melhor da comida árabe. 

O melhor mesmo.

abrãozinho, o mascote da esfiha juventus

Comida que possui bem mais do que tempero, possui alma. Mas também, para estar há mais de 45 anos em um bairro como a Moóca, não poderia ser diferente.

A Moóca é um símbolo da cidade, o bairro que nos deu sotaque, trejeitos e personalidade. E embora seja um bairro tradicionalmente italiano com suas muitas cantinas, o Esfiha Juventus é um dos exemplos de como a região é na verdade uma mistura que representa São Paulo.

Por sua proximidade com o Juventus o restaurante possui o clube no nome, na cor, na decoração e em seu público cativo. Vá em um domingo pós jogo e para todos os lados do salão haverá uma verdadeira invasão de torcedores que vestem a camisa.

Em suas paredes, retratos de uma São Paulo já quase esquecida, onde ônibus seguiam sem trânsito e com poucos passageiros em direção à "cidade", imagens que dividem o espaço com uma paisagem desértica povoada por camelos.

Combinação que pode parecer um tanto exótica, mas que dá muito certo. Mas o que dá certo mesmo, é o tempero. Que tempero!

A esfiha de coalhada com cebola frita é perfeita. A massa bem assada em forno a lenha, o azedinho da coalhada misturado com o adocicado da cebola... claro que há também opções mais tradicionais como queijo, carne, escarola, atum, mas a de coalhada é imperdível.

esfiha de coalhada seca com cebola frita: imperdível!

Outro prato que não pode faltar à mesa são os charutos, sejam de repolho ou folha de uva. O molho tem sabores bem marcantes de alho, limão, azeite e segredos do chef que fazem do ato de comer uma verdadeira compulsão.

charutos de folha de uva, molho de sabor marcante

E as opções não acabam por aí. A carne do michui vem no ponto certinho, macia e suculenta. Arroz com lentilha, berinjela e abobrinha recheadas, quibes, kafta...

quem disse que não tinha batatinha?

Completamente seduzida por esta alquimia.

carne no ponto certo, macia e suculenta

Se quiser conhecer São Paulo vá à Moóca. Se quiser conhecer a Moóca, visite o Juventus. Se quiser comer bem a preço justo, vá ao Esfiha Juventus.

2 comentários:

  1. Hummmm, muito bom mesmo.

    E ainda tinha carninha e batata ; )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. batatinha é sempre muito importante... rs

      Excluir