segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Extra comfort food

Não é de hoje que consumimos frango em larga escala aqui em casa. Por ser disparada a preferência de quem vos escreve, isto coloca a criatividade de mamãe à prova.

É franguinho no forno com bacon, cerveja ou desossado. Na laranja, na panela, com cream cheese ou grelhado. Cozido com vinho, gergelim, leite de coco ou recheado. Servido com mandioca, batata, tomate ou berinjela quando assado. Com manteiga, ervas, gengibre, até desfiado. Temperado com shoyu, frito, ou um filé bem passado. Rocambole de peito, inteiro, galeto ou em pedaços. Recheio de tortas, sanduíches, pastéis e folhados... haja versatilidade!

A última empreitada bem sucedida nesta área foram as saudáveis e deliciosas almôndegas de frango com aveia.

Bata no processador meio peito de frango e 2 antecoxas, ambos obviamente desossados. Tire do processador e reserve. De volta ao processador, bata 1 cebola, 2 dentes de alho, azeite, salsa e cebolinha. Misture os temperos batidos com o frango processado e acrescente 3 colheres (sopa) bem cheias de aveia. Para finalizar, sal e pimenta do reino.

Deixe descansar na geladeira por meia hora. Após este tempo, com a ajuda de um pouco de azeite nas mãos, faça pequenas bolinhas, se quiser incrementar um pouco, recheie as almôndegas com uma pequena porção de cream cheese.

Depois das bolotas prontas, sele em uma frigideira com azeite bem quente. Esta etapa é rápida, serve apenas para que as almôndegas não se desmanchem quando colocadas no molho. Não é necessário empaná-las.

Prepare o molho batendo no liquidificador alguns tomates e uma cebola. Refogue alho picado em um pouco de azeite, despeje os tomates e deixe apurar. Coloque as almôndegas no molho em fogo baixo por cerca de 30 minutos. Salsa e cebolinha sempre fazem o molho sorrir.

Para acompanhar as suculentas almôndegas nada melhor do que una bella pasta.

Escolhemos o fusilli napoletani. Um daqueles formatos que me dão certeza que quem os cria tem como objetivo fazer com que a gente se atrapalhe muito na hora de comer. E tem coisa mais gostosa do que sujar-se com macarrão ao deixar o molho espirrar para todos os lados? Eis aí o motivo pelo qual não se deve cortar jamais, sob hipótese nenhuma, qualquer tipo de massa (ok, lasanha tá liberado...).

Cozinhe a massa escolhida até que esteja al dente e puxe no azeite. Não misture o molho com a massa antes de levar à mesa. Quando misturados, a massa perde o ponto, pois começa a absorver o molho e a inchar, por isso dê preferência à realização desta união apenas no momento de servir.

Parmesão ralado é sempre bem vindo para a finalização do prato.

almôndegas de frango com fusilli napoletani

Agora coloque sua camisa mais branquinha e lambuze-se.

Acredite, essas suculentas e deliciosas almôndegas compensam o trabalho de tirar manchinha por manchinha mais tarde. Afinal, são de frango e só mesmo um franguinho para deixar um verdadeiro clássico do comfort food ainda mais acolhedor.

2 comentários:

  1. Muito bom! Eu aprovei essas almôndegas - ficam boas mesmo depois de congeladas. Esqueceu de dizer que estamos praticamente criando penas hahaha. E tem também a Galinha Pintadinha entre nós!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pópópó pópópó pó
      pópópó pópó pó pó pó pó

      Excluir